Siga-nos agora em
english version
INÍCIO  |  LOGIN SÓCIOS  |  CONTACTOS  |  MAPA DO SITE
PESQUISAR
 
   

LISTA DE NOTÍCIAS

voltar ]
   
2017-05-11
Seminário promovido pela APG colocou questões emergentes


Portugal tem hoje a Qualificação das suas Pessoas no 1º Pilar do Programa Nacional de Reformas. É um caso ímpar a nível europeu. Então de que nos queixamos?

Para aqui chegarmos, a comunidade de agentes de conhecimento, sem exceção, empenhou-se e vê agora esse esforço recompensado com este reconhecimento.

Mas é pouco! Não chega, porque há muito trabalho para fazer e o essencial é o «como» e o «com quem» vamos produzir a mudança.

Acresce que esta mudança se deve fazer na oportunidade da antecipação de necessidades de competências tecnológicas a nível europeu e no enorme desafio da emergência da indústria 4.0. e da profunda mudança nos modelos de aprendizagem e da robotização. A iniciativa nacional inCODE.2030 é alavanca?

Foi isto e muito mais que se tratou no Seminário «Evolução e Desenvolvimento da Reforma da Formação Profissional» realizado no passado dia 10 de maio pela APG no Auditório do CITEFORMA completamente cheio, com o tema proposto «Da Competência à Qualificação. Evolução e Desenvolvimento da Reforma da Formação Profissional».

Os oradores convidados e a magnifica assistência, com cerca de 100 participantes, deambularam reflexivamente sobre questões essenciais, prioritárias, profundas e importantes para a vida de cada um/a.

Porque foi disso que se tratou afinal: foi um verdadeiro e muito bem conseguido momento de ALV_aprendizagem ao longo da vida.

Assinalou-se ainda que a primeira alteração legal ao Sistema Nacional de Qualificações recentemente publicada configura uma linha evolutiva que impacta na formação desenvolvida por entidades formadoras e organizações, bem como no "valor" final das competências e dos resultados atingidos pelos formandos e que reconhece a existência de um déficit estrutural de qualificações na nossa população.

Passaram entretanto dez anos sobre o acordo em sede de concertação social para a RFP, assinado pelos parceiros sociais a 14 de março passado.

Até 2010 foi uma catadupa de legislação e de regulamentação que alterou profundamente os procedimentos, mas fez-se notar no seminário que a alteração de atitudes e as metodologias que incorporam tecnologia e relações sociais em rede estão ainda por ser conseguidas.

Existe, pois, muito trabalho pela frente e todos/as somos convocados a continuar a missão empreendida porque aqui não somos parente pobre na UE, antes pelo contrário, somos parceiros iguais de discussão e de casos exemplares.

E assim se fez... e se fará, numa atitude de busca de diálogo social estruturado, centrado na colaboração e na cooperação, de partilha para alcançar patamares elevados de políticas públicas. 

Veja algumas fotos do seminário na página da APG no Facebook

Relacionado com este tema, consulte o Plano Nacional de Reformas, a Iniciativa Indústria 4.0 e o inCODE.2030.

 
   
 
Início | RH atual | Sobre a APG | APG Informa | Sócios | Formação | Publicações | Prémios | Ligações | Mapa do site | Contactos
redicom.pt