Siga-nos agora em
english version
INÍCIO  |  LOGIN SÓCIOS  |  CONTACTOS  |  MAPA DO SITE
PESQUISAR
 
   

LISTA DE NOTÍCIAS

voltar ]
2018-06-04
Happiness Works distinguiu empresas felizes 2018

O projeto «Happiness Works», coordenado em Portugal pela empresa Lukap com o apoio da revista “Exame”, da ACEGE, Universidade Atlântica e da APG, distinguiu no passado dia 29 de maio as 10 empresas mais felizes em Portugal. São elas:

Bresimar Automação (1º lugar), Samsys (2º), Hilti Portugal (3º), Solfut (4º), McDonald’s Portugal (5º), Altronix (6º), Smart Consulting (7º), Prime IT Consulting (8º), PHC Software (9º), MindSource (10º).

Esta iniciativa tem permitido conhecer o estado da felicidade organizacional em Portugal, criar um benchmark por setores de atividade, verificar o impacto da felicidade organizacional na produtividade e identificar casos de empresas e líderes felizes. Todos os anos são identificados 10 exemplos de empresas felizes, através da realização de um ranking.

Trabalhos de investigação realizados em diferentes países demonstram a existência de correlações positivas entre colaboradores mais felizes e mais produtividade. Por esta razão, a relação entre felicidade organizacional e produtividade é um tema cada vez mais estudado por investigadores e organizações.

Em 2018, a felicidade organizacional é de 3,8 (numa escala de 5 pontos). Ou seja, os profissionais portugueses são “quase felizes”.  É interessante observar que este nível de felicidade organizacional se mantém estável nos últimos 3 anos havendo agora a expetativa em conhecer os resultados de 2019 para verificar se este é o nível “normal” de felicidade organizacional ou se existirá alguma variação.

Outra conclusão é que, em todos os estudos realizados até agora, a Felicidade na Função é sempre superior à Felicidade na Organização.

Analisando o nível de felicidade organizacional por setor de actividade, verifica-se que o setor mais feliz em Portugal é a Comunicação e Informação e o mais infeliz, o setor Estado.

As organizações que trabalham nos setores da Comunicação e Informação estão em grande crescimento devido à maior presença da tecnologia em todas as empresas e tal origina uma grande procura de profissionais nesta área e um cuidado com o seu bem-estar, que minimize a rotação. Uma parte importante destes profissionais são jovens que privilegiam empresas onde existe o cuidado de promover o bem-estar dos seus colaboradores.

Saiba mais sobre este projeto e os resultados de 2018 aqui.
 
   
 
Início | RH atual | Sobre a APG | Sócios | Formação & Coaching | Publicações | Prémios | Ligações | Mapa do site | Contactos | Termos & Condições
redicom.pt