Siga-nos agora em
english version
INÍCIO  |  INÍCIO  |  LOGIN SÓCIOS  |  CONTACTOS  |  MAPA DO SITE
PESQUISAR
 
   

LISTA DE NOTÍCIAS

voltar ]
2017-11-15
Comissão Europeia edita Monitor da Educação e da Formação 2017


A última edição do Monitor da Educação e da Formação mostra que, apesar de os Estados-Membros estarem a realizar progressos na maior parte das principais metas da UE, em termos de reforma e modernização da educação, é necessário envidar mais esforços para alcançar a equidade no ensino pois as pessoas que completaram apenas o ensino básico têm quase três vezes mais probabilidades de viver em situação de pobreza ou de exclusão social do que as pessoas com o ensino superior.

Os dados mais recentes do Monitor também revelam que, em 2016, apenas 44 % dos jovens dos 18 aos 24 anos que tinham concluído o terceiro ciclo do ensino básico estavam empregados. No conjunto da população entre os 15 e os 64 anos, a taxa de desemprego é igualmente muito mais elevada entre as pessoas que têm apenas o ensino básico do que entre os diplomados do ensino superior (16,6 % contra 5,1 %). Ao mesmo tempo, o estatuto socioeconómico determina o grau de sucesso dos estudantes: 33,8 % dos estudantes dos meios socioeconómicos mais desfavorecidos têm fraco aproveitamento, em comparação com apenas 7,6 % dos seus pares mais privilegiados.

Um dos objetivos da União Europeia para 2020 é reduzir para 15 % a percentagem de estudantes de 15 anos de idade que obtêm resultados negativos em leitura, matemática e ciências de base. No entanto, no seu conjunto, a UE está até a afastar-se deste objetivo, em particular nas ciências, onde o número de alunos com fraco aproveitamento aumentou de 16 % em 2012 para 20,6 % em 2015.

Em toda a UE, o investimento na educação recuperou da crise financeira e até aumentou ligeiramente (1 % em relação ao mesmo período do ano anterior em termos reais).

O Monitor da Educação e da Formação 2017 é a sexta edição deste relatório anual, que retrata a evolução dos sistemas de educação e formação da UE através da análise de um amplo conjunto de dados e analisa os principais desafios que se colocam aos sistemas de ensino europeus e apresenta políticas que os podem ajudar a dar resposta às necessidades da sociedade e do mercado de trabalho.

O relatório inclui uma comparação entre países, 28 relatórios nacionais aprofundados e uma página Web específica com dados e informações adicionais. O Plano de Investimento para a Europa, o programa Erasmus+, os Fundos Europeus Estruturais e de Investimento, incluindo a Iniciativa para o Emprego dos Jovens, o Corpo Europeu de Solidariedade, o programa Horizonte 2020 e o Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia ajudam a estimular o investimento e a apoiar as prioridades políticas no domínio da educação.

Inclui ainda um suplemento para Portugal e ainda um Sumário e um Folheto entre outros documentos mais estritos.

Consulte a versão integral do Monitor da Educação e da Formação.

 
   
 
Início | RH atual | Sobre a APG | Sócios | Formação & Coaching | Publicações | Prémios | Ligações | Mapa do site | Contactos | Termos & Condições
redicom.pt